Eventos

Formação de Doulas

doulasinscricoesabertas

 

 

INSCRIÇÕES ENCERRADAS. Para fazer parte da lista de espera, inscreva-se aqui: http://grupocoaracy.com.br/curso-de-doulas-lista-de-espera/

Oficina de Manejo Não-invasivo de Distócias

manejosite
Objetivo:
Promover a atualização de profissionais envolvidos no trabalho de parto e parto.

Público-alvo:
Doulas, enfermeiras obstetras, obstetrizes e obstetras.

Descrição:
– Revisão de fisiologia do parto.
– Oficina de técnicas e recursos não-invasivos para correção de distócias e variações do normal na assistência ao parto, com propostas de spinning babies, rebozo e posições que favorecem a biomecânica da pelve e tecidos moles.

Facilitadora:
Maíra Libertad – Enfermeira Obstetra

Data:
Sábado, 12/08

Horário:
Das 9h às 16h, com pausa para almoço.

Local:
IBAAC – R. das Hortências, 726, Pituba. Quase em frente à Praça Ana Lúcia Magalhães. Ampla oferta de estacionamento e restaurantes para almoço.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Veja as fotos da última Oficina aqui.

Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco. 

Aromaterapia
NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.
Cine Coaracy

II Cine Coaracy

Temos o orgulho de anunciar mais uma sessão do nosso Cine Coaracy!Um espaço de compartilhamentos e discussões sobre assuntos relacionados a concepção, gestação, parto, puerpério e maternagem.

Exibição de filme em um local onde as crianças são bem-vindas, sempre seguido de conversa sobre o tema. Um programa diferente e delicioso! Enquanto os pais assistem a um filminho, os pequenos podem brincar de maneira segura e supervisionada (o espaço de brincadeiras é pago e terá valor reduzido especialmente para os participantes do Cine Coaracy. Agende previamente por telefone! (71) 3484-5594/ 98880-2500).

No próximo sábado, vamos exibir o documentário Babies, que mostra a trajetória do primeiro ano de vida de quatro bebês ao redor do mundo e nos coloca o questionamento – somos mesmo todos iguais ao nascer? O que nos faz tão diferentes? O que muda no nosso entorno?

Assista ao trailer: https://www.youtube.com/watch?v=vB36k0hGxDM

***

Serviço:

CINE COARACY
Data: 10/09, sábado
Horário: 15 horas
Local: Malubambu Casa de Brincadeiras – Rua Arthur de Sá Menezes, nº 150 – Pituba
Valor: Grátis!
Crianças são bem-vindas para ficar com os responsáveis ou no espaço de brincadeiras (este espaço é pago e terá valor reduzido especialmente para os participantes do Cine Coaracy. Agende previamente por telefone! (71) 3484-5594/ 98880-2500).

Concepção e Contracepção Natural

Objetivo:
Conhecer os sinais de fertilidade do corpo

Público-alvo:
Tentantes e mulheres que desejam uma alternativa de contracepção

Conteúdo programático:
– O corpo feminino e a cultura (machismo, misoginia)
– O ciclo da fertilidade
– Hormônios
– Menstruação
– Ansiedade e fertilidade
– Métodos de observação: muco, TB, colo do útero, testes de ovulação, ferning test – Análise de padrão

Resultados esperados:
– Empoderamento
– Autonomia frente aos profissionais de saúde
– Confiança no corpo capaz de conceber, gestar e parir
– Alternativa natural aos métodos químicos de concepção e contracepção

Facilitadoras

Daiana Almeida – Psicóloga Perinatal.

Tanila Glaeser – Enfermeira obstetra

NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.

Consultoria em Aleitamento Materno

Consultoria-Amamentacao-Salvador-2017-2

O curso tem como objetivo formar profissionais capacitados para auxiliar mulheres no processo de amamentação, tendo como base as dificuldades e tópicos mais comuns que envolvem o manejo do aleitamento materno.

Duração do curso:
O curso terá duração de 4 dias envolvendo aulas teóricas e dinâmicas vivenciais, totalizando 32 horas de aprendizado.

Público-alvo:
Profissionais ligados direta ou indiretamente no suporte a mulheres durante a amamentação.

Corpo docente:
Ludmila Cavalcante: Enfermeira com pós graduação em obstetrícia, doula, consultora em amamentação e coordenadora do grupo de apoio ao puerpério e amamentação Mãe Nutriz.

Manoel Adauto: Enfermeiro Pós-graduado em Saúde da Mulher. Gerente do Banco de Leite Humano do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros BLH/CISAM. Supervisor do Banco de Leite Humano do Hospital da mulher do Recife BLH-HMR. Coordenador Assistencial do Programa de Residência em Saúde da Mulher do CISAM/UPE. Docente da FENSG e outras instituições, preceptor do Programa de Residência de Enfermagem em Saúde da Mulher do CISAM

Conteúdo programático:
– Aconselhamento em amamentação, anamnese e vivências
– Fisiologia da amamentação (benefícios e mitos)
– Como promover a amamentação na gestação
– Reflexos do parto na amamentação / Amamentação na primeira hora
– Estabelecendo a amamentação (como lidar com as dificuldades iniciais, aleitamento materno exclusivo, livre demanda, rotina, pega correta – avaliação e correção)
– Fissuras, apojadura e ingurgitamento
– Massagem e ordenha
– Conciliando amamentação e trabalho (manutenção da produção, ordenha e armazenamento)
– Bicos, copos e apetrechos (evitando a confusão de bicos)
– Amamentação prolongada (mantendo a amamentação após a introdução alimentar)
– Desmame (quando é necessário e como fazer)
– Ética e limitações na consultoria de amamentação
– Evidências científicas mais recentes da amamentação
– Estudos de casos específicos (tipos de mamas, alterações e disfunções orais no bebê, relactação, condução de situações especiais)
– Bancos de Leite Humano (como funcionam e quem atendem)

Certificação:
O curso é certificado pela Statera Cursos e Consultoria e o certificado será fornecido para aqueles alunos que cumprirem 100% da carga horária.

Local:
Villa da Praia Hotel – Rua da Brisa 268 , Salvador, Bahia.

Dias e horários das aulas:
6 a 9 de abril, das 8h30 às 17h30

NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.

Criação com Apego

 

Inscrições encerradas.

Cuidados com o Bebê e o Pós-Parto

HORÁRIO:

9h às 17h.

ENDEREÇO:

Espaço Mahatma Gandhi – Rua Rio de Janeiro, nº 694 – Pituba, Salvador – BA

CONTEÚDO:

– Aspectos físicos e emocionais do pós-parto;
– Amamentação;
– Recuperação da mãe, higiene do coto umbilical e troca de fralda;
– Exterogestação, criação com apego e picos de crescimento;
– Sono;
– Demonstrações de:
Sling;
Shantala;
Banho de balde, chuveiro e banheira.

FACILITADORAS:

Carol Lube – Doula e doula pós-parto.
Daiana Almeida – Psicóloga perinatal.
Tanila Glaeser – Enfermeira obstetra.

Ressalte-se que como o curso será ministrado por profissionais de parto, PODERÁ HAVER ALTERAÇÃO DE DATA OU DE PROFISSIONAIS em virtude de demandas deste trabalho.

NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.

Curso Teórico Prático em Evidências Obstétricas

Informe o seu interesse através do formulário de contato

Encontro Humanização do Parto

Evento planejado para todos os PROFISSIONAIS DE SAÚDE, ESTUDANTES E FAMÍLIAS interessadas em Humanização do Parto.

Este é um tema muito presente na mídia, nas ações do Governo e no desejo das famílias. Mas ainda gera muitas dúvidas, discussões e inseguranças em relação à prática.

O que é humanização na assistência ao parto? Enquanto profissionais, como buscar uma forma de atuação mais adequada a este cenário? E as famílias, o que podem esperar desta assistência?

Visando suprir esta demanda por informações, o Coaracy convidou profissionais de destaque nacional nas suas áreas para discutir os principais temas relacionados ao assunto.

Se tiver interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.

Formação de Doula Pós-Parto
NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.
Formação de Educadora Perinatal
NENHUMA TURMA ATIVA. Caso tenha interesse de participar de uma nova turma, entre em contato conosco.
Formação em Psicologia da Assistência Perinatal

Público alvo: para profissionais de assistência à gravidez, parto e puerpério Condução: Alexandre Coimbra AmaralIntrodução

O Movimento pela Humanização do Nascimento vem colecionando histórias de grande êxito na sua principal bandeira: transformar a cultura da assistência à gravidez, ao parto e ao puerpério no Brasil. Nós, os profissionais desta nova assistência, temos ao nosso favor as evidências científicas de mais alto grau e a força de um coletivo que se organiza para celebrar, reivindicar e se transformar continuamente.

Mas humanizar-se é sempre um grande desafio. Os pressupostos da relação profissional são uma contra-cultura que se opõe aos paradigmas que nortearam nossa formação como profissionais de saúde, bem como à forma como estão estruturadas as instituições de saúde do nosso país. Ser humanizado implica muito mais do que alterar as práticas; é um exercício intenso de ampliação de nosso repertório emocional e cultural que permita que nossas novas atitudes ganhem força, visibilidade e legitimidade.

Assim, esta formação surge coerente com o momento atual de nossa história enquanto movimento político e profissional. Em cinco encontros mensais, abordaremos as questões emocionais, psíquicas e relacionais geradoras de tantos dilemas, impasses e crises internas em nós, os cuidadores. Debateremos situações inerentes à gestação, parto e puerpério, bem como a fenômenos humanos que atravessam as vidas de nossas gestantes, seus companheiros, filhos e famílias. Estar ao lado das mulheres que atendemos é também ter a condição de escutar os sofrimentos evocados por nossa proposta de maior conexão emocional, autonomia e empoderamento. E quanto mais conseguirmos compreender estes sofrimentos, mais direcionamento produtivo somos capazes de dar a eles, para que não se configurem em obstáculos intransponíveis à vivência mais profunda dos processos de gestar, parir e cuidar do filho que nasce.

Assim, durante cada tema do curso, teremos espaço para compartilharmos o impacto destas situações em nossas emoções, falando de nossos impasses pessoais, de nossa humanidade, que também precisa ser vista em primeiro plano. Porque humanizar a assistência é também ofertar um espaço de cuidado a quem prioriza a atenção ao outro.

Objetivo Geral
Instrumentalizar os profissionais da assistência perinatal para lidar com as questões emocionais, psíquicas e relacionais mais frequentes em suas gestantes e familiares, considerando o impacto inevitável destas questões na pessoa do profissional e em sua equipe.
Objetivos Específicos

  • Compreender o contexto emocional, psíquico e relacional da gestação, do parto e do puerpério;
  • Reconhecer o impacto emocional e psicossocial que a assistência humanizada promove nos profissionais que a ela se dedicam;
  • Compreender as nuances específicas do processo de construção e manutenção do vínculo com as gestantes neste novo paradigma de assistência;
  • Debater sobre temas de Psicologia Geral que atravessam o ciclo gravídico-puerperal.

Programa da Formação

  • Psicologia da Gravidez: o antes da gravidez, processos de fertilização, aborto natural e induzido, as emoções da grávida, as transformações no casamento, os três trimestres da gravidez, sexualidade e gravidez, a preparação para o parto humanizado e as ansiedades da futura mãe, da família e dos profissionais. O histórico obstétrico pessoal do profissional de assistência e as possíveis ressonâncias em seu trabalho.
  • A construção do vínculo com a paciente. As dificuldades do pré-natal. Adesão aos pressupostos da humanização. A convivência com os contextos tecnocráticos de trabalho: a tensão sobre a prática do profissional humanizado.
  • Psicologia do Parto: o momento-síntese de todos os esforços da grávida e dos profissionais. O parto como um evento da sexualidade feminina. O parto: idealização máxima promovida por nós? A parturiente e suas frustrações do parto não vivido. As frustrações no profissional e o impacto sobre sua identidade.
  • O processo de luto: como vivemos as perdas na nossa cultura? A elaboração das perdas no contexto obstétrico. A morte na vida do profissional de saúde. As ressonâncias no profissional de cada uma de suas perdas.
  • Puerpério: quando todo mundo pede um pouco mais de alma, a mulher pede calma e a vida não pára. Os conflitos com as famílias de origem, a reconstrução do casamento, a vida sexual após a chegada do bebê e a nova identidade de mãe no corpo transformado da mulher.
  • Amamentação, retorno ao trabalho, terceirização do cuidado dos filhos. Feminismo é o contrário de empoderamento da mulher, numa perspectiva humanizada? A nova mulher e a nova família que se constituem a partir da gravidez e do parto.
  • Violência: o avesso do humano. Cultura da violência, normalização dos maus-tratos e adoecimento das relações sociais. A violência obstétrica e a falta de reconhecimento da dor de mulheres e bebês vítimas desse tipo de abuso. Os profissionais também são Adelir: as marcas da violência sobre os profissionais humanizados.
  • Burnout: a síndrome do esgotamento profissional. O autocuidado do profissional e das equipes de saúde. Adoecimento psíquico do profissional humanizado, rede de apoio e postura ativista consistente com momentos de crise. A humanização dos contextos humanizados.
  • Supervisão de casos clínicos trazidos pelos alunos, construindo hipóteses e apontando caminhos dos impasses vividos nos diferentes papéis profissionais. Os casos serão discutidos não somente do ponto de vista teórico-técnico: os profissionais serão instrumentalizados sobre novas

formas de construir diálogos que dissolvam impasses ou quaisquer outros

problemas relacionais com as gestantes.

Pré-requisitos para participar da formação
 !

  • Ser profissional de assistência à gravidez, parto ou puerpério. •

Identificar-se com o paradigma da Humanização do Nascimento.
• Não são necessários conhecimentos prévios de Psicologia. Todos os conceitos necessários à boa compreensão dos conteúdos do curso estão previstos nas aulas participativas.

TURMA ENCERRADA. Caso tenha interesse de participar de turmas futuras, entre em contato conosco.

Preparação para o parto

DATA:

09 de outubro, domingo

HORÁRIO:

9h às 17h

ENDEREÇO:

Malubambu Casa de Brincadeiras- Rua Arthur de Sá Menezes, nº 150 – Pituba

CONTEÚDO:

– Anatomia e fisiologia do parto: como identificar o início do trabalho de parto, fases do trabalho de parto;

– Assistência humanizada: mitos e verdades;

– Equipes de parto: as diferentes possibilidades na hora de montar a sua;

– Indicações reais de cesárea;

– Tipos de parto e posições para o parto;

– O controle da dor: tecnologias não-invasivas, analgesias;

– Plano de parto e expectativas para o parto;

– Exercícios práticos.

FACILITADORAS

Tanila Glaeser – Enfermeira obstetra
Lilian de Andrade – Fisioterapeuta

Ressalte-se que como o curso será ministrado por profissionais de parto, PODERÁ HAVER ALTERAÇÃO DE DATA OU DE PROFISSIONAIS em virtude de demandas deste trabalho.

Inscrições fechadas.

{Re}Olhar - Escolhendo a empatia na comunicação com os filhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Data: 17/07/2016

Horário

9h às 17h.

 

Endereço:

Malubambu – Casa de brincadeiras, R. Arthur de Sá Meneses, 150 – Pituba.

 

Facilitadora:

Elisama Santos é escritora e produtora de conteúdo do blog e fan page “Tudo Eu!”.
Mãe de Helena e Miguel, estuda a comunicação empática (ou Comunicação Não Violenta – CNV) com foco na relação de pais e filhos.

 

Apresentação:

O primeiro olhar que dirigimos aos nossos filhos é mágico. Nos despimos de todas as certezas e nos entregamos a um enlace de almas. Com uma curiosidade única e uma enorme vontade de acertar, buscamos entender suas necessidades e seus quereres. À medida que crescem perdemos a curiosidade inicial, e nos munimos de críticas e rótulos. Da birra infantil à rebeldia adolescente, julgamos seus comportamentos e nos perdemos em uma relação bem diferente da que idealizamos. Nos habituamos a uma linguagem de culpa, recompensa e merecimento. {O Re}Olhar é um convite a retomarmos o enlace inicial, mudarmos a linguagem da relação e nos comunicarmos de coração,  permitindo que a nossa compaixão natural floresça. Escolher a empatia é nos ligarmos honestamente a nós mesmos e ao outro.

 

O que é:

O Workshop {Re}Olhar oferece uma poderosa ferramenta que pode revolucionar a sua forma de se comunicar. Com uma linguagem clara, divertida e apaixonada, Elisama Santos apresenta as noções básicas da comunicação não violenta (CNV), de Marshall Rosenberg, com foco na relação entre pais e filhos.

 

Objetivo:

Desenvolver a empatia entre pais e filhos, facilitando a comunicação e o entendimento, ensinando uma linguagem positiva e alinhada com os sentimentos e necessidades de ambos.

 

Conteúdo:

– O que é a comunicação empática.

– Coraçanês x Moralês – Os descompassos da nossa linguagem.

– Os quatro passos para uma comunicação de coração.

– Aprendendo a observar sem avaliar.

– Como as coisas mexem comigo? – Identificando os sentimentos.

– Preciso de quê? – Identificando as necessidades

– Pedindo de forma clara, objetiva e alinhada com o coração.

– Ouvindo com empatia.

– Transformando palavras em janelas, não muros.

– Raiva: como lidar?

– Autocompaixão – O maior dos presentes.

 

Público Alvo:

Pais e cuidadores, inclusive de adolescentes.

 

Investimento:

R$120,00 por pessoa ou R$190 por casal

 

TURMA ENCERRADA. Caso tenha interesse de participar de turmas futuras, entre em contato conosco.